Efeitos das substâncias no sistema nervoso

As drogas podem causar diversas doenças e alem disso, pode causar a dependência química, precisando então de uma clínica de tratamento para dependentes químicos e alcoolistas. Os medicamentos podem deprimir, estimular ou perturbar a atividade do sistema nervoso central, cujo órgão principal é o cérebro. Depressores – reduzem a atividade cerebral e “desligam” o indivíduo. Reduzem a tensão emocional, a atenção, a concentração, a memória e a capacidade intelectual. Eles podem causar sonolência, embriaguez e até mesmo coma. Álcool, barbitúricos (comprimidos para dormir), ansiolíticos (tranquilizantes), sedativos (tranquilizantes), ópio e morfina, xaropes e rebuçados para a tosse, inaladores ou solventes (colas, tintas, solventes) são sedativos.

Estimulantes – aumentam a atividade cerebral e tornam a pessoa “ligada”, “eléctrica”. As mais importantes são as anfetaminas, a nicotina (contida nos cigarros) e a cocaína, que geralmente inibem a sensação de fome, cansaço e sono e podem causar um estado de agitação e aumento da ansiedade.

Perturbadores – também chamados alucinógenos – alteram a qualidade da atividade cerebral, que começa a funcionar anormalmente. Eles alteram a percepção e o pensamento e criam alucinações e delírios. As mais importantes são a marijuana, o ecstasy e o LSD 25.

Existem também esteróides anabólicos que são usados para aumentar a força muscular, o que pode levar à hipertensão arterial, cancro do fígado, impotência, calvície e ataques cardíacos.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*