Índice de jovens com dependência química esta crescendo cada vez mais rápido!

O uso de drogas por crianças e adolescentes está crescendo cada vez mais. Estudo realizado no Brasil e publicado no Jornal da Tarde mostrou que 24,7% dos jovens entre 10 e 17 anos experimentaram algum tipo de medicamento. Um número realmente alarmante! Para combater esse malefício é preciso da ajuda de uma clínica de recuperação e reabilitação para dependentes químicos.

Em muitos casos, os usuários de drogas envolvem crimes como tráfico de drogas e homicídios, danos causados ​​pela violência, além de estarem sujeitos a outros perigos, como DSTs (doenças sexualmente transmissíveis) e danos indesejáveis.

A OMS (Organização Mundial da Saúde) apontou os principais motivos básicos que atraem os jovens para as drogas:

Sentindo-se como adultos;
Seja popular;
Uma das razões pelas quais os jovens usam drogas é popular entre os colegas

Para relaxar e se sentir bem;
Desejo de correr riscos;
Por curiosidade.
É necessário que os detalhes sobre esse problema sejam claramente expostos, para que os alunos se conscientizem dos grandes danos causados ​​pelo uso de drogas. Leia sobre o texto “O papel de um educador na luta contra as drogas”.

Para poder dizer não como drogas, os jovens precisam conhecer os malefícios do consumo

Uma substância é considerada uma droga quando causa alguma mudança fisiológica ou comportamental. Com essa alteração de comportamento disponibilizamos uma internação voluntária ou involuntária.

Álcool e tabaco são drogas legais porque seu uso é permitido por lei. Como muitas drogas, como o crack, são drogas ilícitas, seu uso não é legal. No entanto, qualquer tipo de droga, legal ou ilícita, é proibida por menores de 18 anos. A Lei 8.069 (13 de julho de 1990) do Estatuto da Criança e do Adolescente prevê a venda, entrega ou entrega a crianças ou adolescentes de produtos que possam causar danos físicos. ou dano psicológico.

Quando um componente afeta os sentimentos das pessoas, como atitudes e pensamentos, diz que é um medicamento psicotrópico, com três propriedades:

1. A pessoa desenvolve tolerância e precisa de doses crescentes;
2. Uma pessoa se torna dependente e tem uma necessidade obsessiva de consumir a droga;
3. Quando uma pessoa consome um medicamento, ocorre uma síndrome de abstinência.

Assim, álcool, tabaco e crack são drogas psicotrópicas. Observe os efeitos de cada um no corpo da pessoa e não esqueça que isso não afeta apenas a pessoa doente, viciada, mas afeta todos os que vivem com ela.

Álcool:
Se ingerido em excesso, o álcool pode causar falta de coordenação motora, falta de controle, sono e pode até levar ao coma, necessitando assim de uma clínica para tratamento do alcoolismo pois é um medicamento depressivo na parte central do sistema nervoso. Além disso, quando o álcool atinge o fígado, ele é metabolizado em etanol, que é muito mais no México que o álcool, pode causar câncer e danos ao fígado.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*